Como Decorar com Plantas Dentro de Casa

 

A vontade de trazer a natureza para dentro de casa está falando cada vez mais alto? A nossa equipe de profissionais dá dicas nesse artigo!

 

 

Os designers da Ah! Voila adoram colocar vasos com vegetação nas decorações. A dúvida que os nossos clientes tem é na hora de escolher qual é a melhor espécie para dentro de casa e que seja fácil de cuidar para quem não tem muita experiência ou tempo.

 

Fizemos algumas pesquisas e reunimos espécies que se dão super bem em áreas internas e até se adaptam com ar condicionado - dê uma olhada:

 

 

1. Cróton

Esta espécie chama a atenção por suas folhas coloridas. Elas surgem em tamanhos variados e podem mesclar tons de vermelho, roxo, rosa, branco, amarelo, verde ou laranja, formando lindas combinações.

 

Essa variação de cores somente será mantida se a planta receber bastante sol direto - por isso, posicione o vaso próximo a uma janela. Essa espécie não se adapta bem em locais com ar condicionado. Dica importante: ao manipular a planta, utilize luvas pois sua seiva pode provocar irritações na pele.

 

 

 

 

2. Palmeira areca

Essa é uma das palmeiras mais populares e versáteis em todo o mundo. No Brasil é a palmeira decorativa mais utilizada, adapta-se facilmente em jardins externos, direto no solo ou em vasos em ambientes fechados. Pode ser plantada e cultivada com sol a pleno, porém fica mais bonita se cultivada à sombra.

 

Deve ser regada com uma certa regularidade e não tolera ambientes climatizados (com ar-condicionado). É uma planta invasiva e deve ficar sozinha em um vaso. Suporta muito bem ser transplantada ou desmembrada, mesmo adulta.

 

 

 

3. Palmeira-leque

Suas folhas grandes, plissadas e com borda dentada, chamam a atenção de quem passa. Essa espécie tem um crescimento lento e é ótima para o cultivo em vasos - mas é preciso colocá-la em ambientes amplos e bem iluminados. Para mantê-la saudável, remova as folhas velhas e secas e adube a espécie durante o verão. O reenvase a cada dois anos também faz parte dos cuidados necessários. Proteja-a de ventos fortes e de ar-condicionado.

 

 

 

 

4. Camedórea-elegante

A camedórea-elegante é uma palmeira ornamental de pequeno porte e sem espinhos. Também é uma das plantas mais populares para decoração de interiores, adapta-se muito bem a vasos. Não tolera sol a pleno, prefere ambientes mais úmidos e longe da luz.

 

Precisa ser regada frequentemente e a terra precisa ficar sempre úmida. Se você for uma pessoa pouco atenta a regar as plantas ela não é uma boa ideia.

 

 

 

 

5. Samambaia

De coloração verde-clara, apresenta folhas longas e pendentes, que costumam formar volume. A iluminação ideal para ela é a meia-sombra, mas ela também gosta de receber iluminação difusa. O vento é um dos seus maiores inimigos, pois acaba queimando as folhas mais jovens.

 

 

 

 

6. Suculentas

São plantas que apresentam raiz, talo ou folhas engrossadas, característica que permite o armazenamento de água durante períodos prolongados. A melhor maneira de cuidar delas é seguir esses 3 passos:

 

(1) Se as folhas começarem a murchar, aumente gradativamente a quantidade de água; se as folhas da base começarem a apodrecer, diminua.

(2) Se ela ficar fina e perder muitas folhas, não está recebendo a quantidade necessária de luz.

(3) O ideal é proporcionar pelo menos quatro horas diárias de sol para que elas sobrevivam com saúde.

 

 

 

 

7. Costela-de-adão

Amamos essa espécie! Nativa do México, mas amplamente cultivado pelo mundo, ela se adapta em diferentes ambientes. Prefere meia sombra, e a rega deve ser uma vez por semana.Essa é uma planta que não é aconselhada para quem tem animais de estimação. Suas folhas apresentam oxalato de cálcio, substância que pode ser tóxica para animais domésticos.

 

 

 

 

8. Pacová

Conhecidas por serem plantas de sombra, é uma espécie nativa da Mata Atlântica. É bastante utilizada em projetos de paisagismo interno de casas e apartamentos pelo aspecto brilhante das folhas.

 

Basta manter o solo úmido para que se desenvolvam- regue apenas 1x na semana e mantenha na sombra. E como um extra para você que leu esse artigo até o final, aqui vai uma dica de cuidados para essa flor maravilhosa e que também está muito presente na decoração :

 

 

 

 

9. Orquídea

Linda para uso interno e precisa poucos cuidados. Uma das espécies mais comuns é a falenópsis, cujas flores arredondadas variam entre o branco, o rosa, o amarelo e a púrpura. Vale a pena substituir os vasos de plástico pelos de barro, pois são porosos e drenam melhor a água.

 

Deve ser cultivada à meia-sombra, recebendo iluminação indireta. Preste atenção na coloração da folhagem: se estiver escura, mude a orquídea de lugar.

 

 

 

 

O primeiro passo para entender uma planta e saber como cuidar dela é saber sua origem. Se reproduzirmos condições semelhantes das que elas tinham diretamente na natureza, não há dúvidas de que elas terão um ótimo desenvolvimento.

 

 

Faça o teste da Ah! Voila para saber qual é o seu estilo decor! 

Clique AQUI para começar.

 

Quando não temos informações sobre o tipo de ambiente que nossas plantas habitam na natureza, a saída é observar e acompanhar diariamente seu desenvolvimento. É melhor ter menos luz, do que luz em excesso. Pelo menos uma vez por semana dê uma atenção maior às plantas e observe se houveram alterações em seu desenvolvimento. Caso isso tenha acontecido, teste um novo posicionamento ou local.

 

E aí? Ficou mas fácil para escolher qual espécie colocar em casa?

 

 

Please reload

RSS Feed

Tapetes - Como Acertar na Decoração

15 Feb 2018

Estilo Retrô - Os Segredos para Decorar

8 Feb 2018

Como Decorar com Plantas Dentro de Casa

30 Jan 2018

1/2
Please reload

Please reload

ah! voila

  • ahvoilaface
  • ahvoilainsta
  • Black Pinterest Icon

Em breve...

© 2020 Ah Voila Design de Interiores

CNPJ: 27.235.213/0001-59

R. Sabará, 16 - Higienópolis, São Paulo/SP - 01239-010